How I Met Your Mother

 

Captura de Tela 2017-09-07 às 15.19.58

Essa, na minha modesta opinião, é uma das séries mais engraçadas já feitas, apenas não superando Seinfeld, Friends e Will & Grace. Como é dos mesmos criadores de Friends, essa série não podia ser nada menos do que maravilhosa. Além de ter o meu crush/senpai/boy magia Neil Patrick Harris (ênfase no meu) ela é extremamente divertida, e é impossível assistir um episódio sem morrer de rir.

A série mostra Ted Mosby, um dos personagens principais, contando para seus filhos, em 2030, a história de como conheceu a mãe deles. Ela é tãaaaaao longa que dura 9 temporadas. Ted começa a contar a partir do dia em que conheceu uma de suas melhores amigas, Robin (que é uma jornalista canadense, e antiga pop-star em Vancouver). Eles se conheceram através de um amigo de Ted, Barney, que mesmo sem conhecer Robin os apresenta. Barney é um pegador rico cuja meta de vida é dormir com mais de 200 mulheres. Quando se conhecem, Ted fica loucamente apaixonado por Robin, e viram muito amigos. Além de Barney, Ted e Robin, há Lily e Marshall, namorados que não desgrudam um do outro, e pretendem se casar. Essa maravilhosa série mostra o dia a dia dos 5 amigos que convivem no bar McLaren’s Pub,  e passam por muitos romances, tristeza e problemas, e ainda sim continuam engraçados.

Recomendo muito, pois é uma de minhas séries preferidas. O único problema é que se quiser ver provavelmente terá que baixar em Torrent, pois a Netflix tirou HIMYM do ar 😥 para quem já acabou a série e sabe do que estou falando, outro dia eu estava embaixo das cobertas escutando uma versão triste de “Let’s Go To The Mall” e “Hey Beautiful” lembrando que vai dar um trabalhão pra conseguir achar um site que tenha todas as temporadas, porque parei na sétima. Aproveitem, pois How I Met Your Mother é maravilhosa.

Anúncios

Miss Fisher’s Murder Mysteries

captura-de-tela-2016-10-12-as-23-27-40

Ahh como eu amo essa série. Miss Fisher’s Murder Mysteries fala sobre uma mulher moderna do começo do século XX (20 para os desinformados) chamada Phryne Fisher, que vai para Melbourne, na Austrália, e depois de investigar um assassinato em sua família e solucioná-lo  decide virar uma detetive particular. Ela constantemente trabalha com o chefe do departamento  de polícia, Jack, junto com seu ajudante, Hugh Collins e sua ajudante Dorothy. Dorothy é uma menina muita querida que tem medo de telefones e energia, Collins é um ajudante fofinho (<3) e Jack é um policial que sempre diz para Phryne se manter longe do trabalho dele mas sabe que não conseguiria nada sem ela (ele também é lindo de morrer). Como em toda série deve haver um shipp, nessa tem dois, que são Phryack (não da pra formular um shipp direito com Jack e Phryne) e Huthy (again, esses nomes são muito difíceis de fazer shipp). Phryne-Jack é com certeza o meu shipp supremo, mas infelizmente eles não podem ficar juntos porque Jack é casado, e mesmo estando separado, não pode se divorciar. No meio da série Phryne descobre coisas sobre o assassinato de sua irmã, Jane (que alias também é o nome da protegida/filha adotiva dela), o que deixa a série ainda mais empolgante. É uma série muito engraçada e acho que cada personagem dá uma certa graça para a ela. A coisa mais linda dessa série é ver as roupas que Phryne usa. Todas elas leves, soltas, brilhantes, coloridas e chiques (quem dera se eu tivesse um guarda-roupa assim). Meu vestido preferido é um que Phryne usa para dançar, prateado e brilhante com uma echarpe branca e leve com espécies de pompons na ponta. Amo ver o fascínio de Phryne com carros. Ela consegue identificar e dirigir qualquer carro, e surpreende a todos, e é isso que amo nela: ela ser moderna e fashion e ainda ser mais inteligente que todos. Não tenho absolutamente nada para reclamar, só para elogiar. Série 5 estrelas.

Gilmore Girls

captura-de-tela-2016-10-12-as-22-44-09

Uhuuuu finalmente me ocorreu a grande idéia de fazer um post sobre essa série maravilinda. Gilmore Girls é uma série que fala sobre uma mãe e uma filha (as duas se chamam Lorelai, mas a filha é chamada de Rory) que vivem na pequena e pacata cidade de Stars Hollow, uma cidadezinha onde todos se conhecem (pra falar a verdade da até uma certa agonia isso). A história começa quando a filha entra para uma ótima escola na capital mas Lorelai (a mãe) não tem dinheiro para pagar a escola e se sente obrigada a pedir dinheiro para seus pais, que são muito ricos e com quem elas praticamente não se falam, pois pararam de ter contato desde que Lorelai ficou grávida com 16 anos. Mas com isso vem uma condição, que é que elas sempre terão que ir jantar na casa dos avós nas sextas. Essa série é ótima, mas algumas coisas me irritam, como por exemplo o meu shipp (se informe) Loreluke (Lorelai e Luke, o dono do café chamado Luke’s) nunca dar certo, e às vezes tenho vontade de empurrar os dois e falar “fiquem juntoooos”. Outra coisa que me irrita e sempre me irritará é a mania das pessoas de sempre se meterem onde não são chamados (principalmente o prefeito da cidade, o Taylor, que depois do separamento de um casal começa a distribuir faixas para as pessoas usarem  e ele saber de que lado cada um  da cidade está). AVISO: só de olhar o tanto que a Rory e Lorelai comem você pode engordar 5 quilos. Mas agora falando de coisas boas, eu amo o Richard e a Emily (os pais de Lorelai), que são meus personagens favoritos. Richard é um homem de negócios sério mas muito fofo (coração com as mãos)  e Emily é a pessoa mais fina e chique que se pode conhecer (as partes que mais amo com ela são aquelas que ela briga com Lorelai para ela parar de falar idiotices na frente dos convidados). Rory é uma menina muito inteligente, muito querida e viciada em livros, mas tenho que admitir que ela faz muitas burradas. Indico essa série profundamente, pois não dá pra errar com ela.

A menina mais fria de Coldtown

captura-de-tela-2016-09-08-as-20-36-25

 

Agora vou falar sobre o livro “A menina mas fria de Coldtown”, que é, sem dúvidas, um dos meus livros favoritos. Ele conta sobre um menina chamada Tana, que vive nos Estados Unidos, mas com uma pequena diferença da realidade, pois o mundo está possuído por vampiros. Depois de acordar em uma festa onde um desastre aconteceu (vampiros mataram todos e deixaram vivos somente seu ex-namorado babaca, Aidan, que está em transformação, e um vampiro algemado, Gavriel), ela decide fugir e deixar seu ex e o vampiro em uma prisão para vampiros, uma Coldtown. Expulsa por seu pai e sem noticias de seus amigos, Tana surta e decide viver nessa prisão. Em todo esse percurso, ela corre muitos perigos e conhece muitas pessoas (e vampiros). É uma aventura que me  enlouqueceu. A autora Holly Black (minha autora preferida) mostra como é o sentimento de ser mordida por um vampiro, de ser um, e da dor quando você está se transformando (seria ela uma vampira?). Se você ainda não leu leia, pois não vai ser arrepender. Recomendo principalmente para meninas de 11-14 anos .

captura-de-tela-2016-09-08-as-20-41-15

Autora: Holly Black

Tradutora: Ana Death Duarte

Café Society

captura-de-tela-2016-09-08-as-18-50-19

Café Society é um filme lançado em 2016 por Woody Allen. Apesar de ser um filme do século XXI, ele se passa na década de 40 (aproximadamente, pois não sou boa com datas), e conta a história de um homem pobre que, com grandes ambições,  vai para Manhattan  na esperança de encontrar um grande trabalho na agência de seu tio, um homem rico e muito bem-sucedido, mas acha um grande amor, um amor platônico e impossível. Com a ajuda de seus amigos da alta sociedade e de sua pobre familia, acaba passando por todas as classes sociais. Um maravilhoso  filme de um grande diretor. Acho que a melhor parte é quando mostram os dois protagonistas, já ricos, almoçando em um pequeno pub de quando ainda tinham uma vida difícil. Esse filme mostra lindas cenas de amor, e mesmo sendo “sério”, ainda tem suas partes engraçadas. Na minha opinião,  um dos melhores filmes do Woody Allen. Gosto muito dos dois atores principais (Kristen Stewart e Jesse Eisenberg, que fazem Crepúsculo e Zumbilândia, dois filmes que adoro) , e acho que foram escolhas perfeitas. Sugiro que assistam, e sem dúvidas, pretendo assistir de novamente.